Joao Gomes Realarte
Olhar a arte com olhos de ver. Looking at art with eyes that see.
joao-gomes-escritor-879-748.jpg

Blogue Artes Literárias

Este blogue é dedicado ao pensamento do dia e a vários artigos, sobre variadíssimos temas escritos pelo autor.

Ética? Qual ética qual carapuça!

Mata-se uma vida que está a começar (aborto) e discute-se se é ético praticar a eutanásia? 

Primeira análise. Não vejo ética nesta situação. O que vejo é uma cultura de morte. Mata-se o que está para nascer e mata-se o que está para morrer. Pelo andar da carruagem, qualquer dia mata-se o que está a meio da vida, depois os grisalhos, os carecas, e assim sucessivamente... Até à extinção... E vamos no bom caminho, e a passos largos... Abram alas que eu vou a caminho da extinção!... E depois ainda se queixam da baixa natalidade...

Segunda análise. Enquanto a vida que está para começar não tem querer nem poder, para decidir sobre se quer morrer ou continuar a viver, já a vida que está a terminar pode decidir se quer morrer, de morte natural, ou continuar a viver, ainda que artificialmente. Se optar por morrer, visto a morte parecer-lhe mais suave do que o sofrimento que a atormenta, porque não? Como ser livre, tem o direito de fazer o que quiser com a sua vida. Há quem se enforque, quem se atire para a linha do comboio, etc. 

Em última análise. Creio que o correcto seria deixar a Natureza seguir o seu curso, principalmente no que diz respeito à morte. Ou seja, morrer de morte "morrida" e não de morte "matada".