Joao Gomes Realarte
Olhar a arte com olhos de ver. Looking at art with eyes that see.
joao-gomes-escritor-879-748.jpg

Blogue Artes Literárias

Este blogue é dedicado ao pensamento do dia e a vários artigos, sobre variadíssimos temas escritos pelo autor.

Infância

Metia-me ao caminho
Com os livros na sacola
Troca o passo, pé coxinho
Lá ia eu para a escola
A, É, I, O, U        
As primeiras letras ouvidas
Cabeça de burro és tu
Eram as mais repetidas
Salazar é burro    
Mas não tem albarda
Dizíamos em sussurro
Com medo de apanhar reguadas
Jogar berlinde e peão
Cabra cega e cavalinho
Jogos de outrora que já lá vão
Dos meus tempos de menino
Passar os dias na ribeira
Era um verdadeiro fascínio
Observar tardes inteiras
Os adoráveis e graciosos girinos
Vida maravilhosa    
A da infância    
Tudo era cor-de-rosa
Tudo tinha importância
Cresci, mas que desgraça
E tudo o vento levou
Acabou-se o estado de graça
Somente a recordação ficou